5 Desafios em Clubes Históricos em Dificuldades: FM 2020

5 Desafios em Clubes Históricos em Dificuldades: FM 2020

Após lançarmos os 5 Melhores Desafios Europeus, Sul-Americanos, Extra-Comunitários, Exóticos e dos Gigantes Adormecidos, resolvemos lançar mais um novo tipo de desafios para o vosso save! Que dizem de experimentarem começar carreira num clube histórico que está numa liga competitiva, mas que financeiramente está de rastos? Dessa forma exploravam ao máximo o vosso lado de ‘engenheiros’ relativamente à forma como iriam construir um plantel para uma liga competitiva, tendo em conta as várias dificuldades a nível financeiro.

Vê as nossas escolhas abaixo para começar um save e assim começares a tua carreira no Football Manager 2020!

 

BRESCIA

Serie A (Primeira Liga) – ITÁLIA

Após ter ido contra todas as probabilidades na última época e com um orçamento diminuto, o Brescia conseguiu vencer a Serie B e ser promovido à Primeira Liga Italiana! Esta época, com um orçamento ainda mais apertado, enfrenta um desafio ainda maior: sobreviver na Serie A com o orçamento mais baixo da liga.

Com duas estrelas na equipa – Mario Balotelli e Sandro Tonali – tens aqui o teu principal ‘fundo de maneio’ para tentares fazer um brilharete na Serie A e fazeres uma época acima das expectativas!

 

MALLORCA

La Liga (Primeira Liga) – ESPANHA

Após ter sofrido uma quebra abrupta no últimos anos, incluindo uma despromoção ao terceiro escalão Espanhol, o Mallorca conseguiu dar a volta a esta fase negativa da sua história e com as promoções consecutivas em 2017-18 e 2018-19, está agora na La Liga, mas em condições deficitárias.

Apesar da abundância de contratações que fizeram no verão, todas elas foram em jogadores livres, emprestados ou então por pequenos custos de transferências: nenhuma delas custou mais de 2 M€. Tendo como uma das referências da equipa o wonderkid Takefusa Kubo emprestado pelo Real Madrid, no Mallorca irás testar ao limite as tuas capacidades de gestão de recursos, tendo em conta que não terás um desafio nada fácil ao enfrentares potências financeiras do futebol Espanhol, como Barcelona, ​​Real Madrid e Atlético.

 

DIJON

Ligue 1 (Primeira Liga) – FRANÇA

Nos últimos 10 anos, o Dijon foi a equipa ioiô de França: “demasiado boa” para a Ligue 2, ficando sempre nos lugares cimeiros; “demasiado fraca” para a Ligue 1, ficando sempre nos lugares do fundo da Primeira Liga, aguentando-se através do Paly-Off de despromoção ou então não aguentando mais e acabavam despromovidos no meio de todos estes anos.

Mais um ano com um orçamento diminuto para a realidade da Ligue 1, é nos experientes e bem cotados Alfred Gomis, Didier Ndong e Bruno Ecuele Manga que terás de depositar as tuas esperanças para tirar de vez o Dijon da constância dos últimos lugares da tabela em que teimam ficar.

 

INVERNESS

Ladbrokes Championship (Segunda Liga) – ESCÓCIA

O Inverness era um dos clubes mais solidificados na Premiership Escocesa no século 21, tendo até chegado a vencer a Taça da Escócia em 2016. No entanto, após terem acabado despromovidos em 2017 e terem falhado o regresso à Primeira Liga no ano seguinte, deixaram o clube estagnado na Segunda Liga Escocesa. Após terem perdido pedras basilares e financeiramente estarem bastante precários, é apontado como um dos clubes que poderá cair a curto-prazo.

Tendo na equipa Aaron Doran e Carl Tremarco – jogadores que estão no clube há alguns anos – e acompanhado por jogadores experientes da Premiership como Miles Storey e James Keatings, tens aqui um tremendo desafio para fazer o Inverness voltar à ribalta na Escócia e finalmente criar a estabilidade que o clube necessita.

 

BIRMINGHAM

Championship (Segunda Liga) – INGLATERRA

Para último, deixámos o caso mais mediático e o que está inserido num País com uma competitividade futebolística ‘ao nosso jeito’. O Birmingham está um caos: após ter sido despromovido da Premier League em 2011, o investimento desmedido sem nunca conseguir o grande objetivo (promoção) culminou na última época em dificuldades financeiras, um embargo às transferências devido à violação das regras do fair play financeiro e por fim 9 pontos negativos pelo mau comportamento.

Com Ivan Šunjić e o wonderkid Jude Bellingham no plantel, é neles que podes acreditar para finalmente conseguires levar os Blues de volta à Premier League! Cabe a ti a tarefa de fazer virar esta página negra na história do Birmingham.

Créditos: FMBlog

O que tens a dizer sobre isto?