Treinadores de Sofá #9 Afonso Gonçalves – Treinador Mais Jovem de Portugal!

Treinadores de Sofá #9 Afonso Gonçalves – Treinador Mais Jovem de Portugal!

Para a 9ª edição desta rubrica, resolvemos trazer ‘à ribalta’ o mais jovem treinador em Portugal: Afonso Gonçalves! Apesar de ter ainda 18 anos, já passou pela Academia Sporting como treinador de escalões base, foi também treinador-adjunto estagiário nos Sub-18 do Boavista e ainda treinador dos Sub-19 do Srª da Hora

Em tão tenra idade e tendo o Football Manager contribuído para desde muito cedo ter ganho esta paixão pelo treino e tática, temos aqui um caso real de como o FM pode ajudar a criar carreiras também na vida real, já que foi nele que começou a experienciar ainda em miúdo todo o realismo na vertente de treinador que o FM nos dá.

Acompanha-nos nesta conversa e sabe mais sobre este tão jovem treinador Português!

FMPortugal.net: Qual foi a primeira edição que jogaste e qual era o craque que nunca deixavas de comprar em todos os saves?

Afonso Gonçalves: Comecei no FM 2012, ainda tinha 11 anos, mas confesso que nessa altura ‘nem sabia’ comprar jogadores! (risos) A jogar de forma mais séria foi o FM 2013 e sempre procurava comprar o Ezequiel Rescaldani, um ponta-de-lança Argentino que chegou a jogar no Málaga e que fazia imensos golos!

FMPortugal.net: Consideras-te um ‘ÁS’ da tática no FM? Em que clube já venceste ou mais perto estiveste de vencer tudo?

Afonso Gonçalves: “ÁS da tática” apenas na vida real (risos). No FM 2019, fiz uma carreira no Celtic em que na 1ª época ganhei tudo internamente e cheguei à meia-final da Liga Europa. Já no FM 2018, fiz uma carreira no Milan em que também ganhei tudo o que havia internamente para ganhar logo na 1ª época.

FMPortugal.net: Como treinador, o que mais te cativa: começar desde logo nos grandes palcos europeus e vencer tudo o que há para vencer, ou começar por um clube de uma divisão baixinha e elevar a tua equipa até vencedora da Champions League?

Afonso Gonçalves: Nem um nem outro! (risos) Cativa-me mais começar num clube com que me identifico ou com que tenha tido alguma relação na vida real, tal como o Celtic, o Aberdeen ou o Boavista.

FMPortugal.net: És atualmente o mais jovem staff técnico criado em Portugal! Vais passar a levar o teu ‘boneco’ para cada clube para onde vais? Ou irás deixar que ele evolua e vais seguindo a carreira dele?

Afonso Gonçalves: Não consigo combater a tentação e acabo sempre a contratar o meu boneco! (risos) Já o levei para treinador-adjunto dos juniores do Aberdeen e do Bolton. Tenho receio que caso o deixe evoluir de forma natural, daqui a uns 10 anos ainda esteja desempregado (risos)… Ele não pode parar!

Perfil de Afonso Gonçalves no FM 2020

FMPortugal.net: Há alguma equipa que não dispensas treinar a cada nova edição do FM? E quanto a jogadores, há algum que procuras sempre contratar?

Afonso Gonçalves: Impossível não treinar o Celtic. É uma paixão de longa data! Quanto a jogadores, deixei de ter preferências. A cada novo save prefiro conhecer e contratar novos jogadores para assim aumentar o meu conhecimento.

FMPortugal.net: Confessa-te: costumas reiniciar quando ‘aquela’ final ou ‘aquele’ jogo vital te corre mal?

Afonso Gonçalves: Não gosto de reiniciar o jogo, perde a piada. No entanto, caso esteja a ganhar numa final e fique sem bateria no portátil, reinicio nem que seja 1000 vezes até estar a ganhar de novo! (risos)

FMPortugal.net: Alguma história engraçada que tenhas para nos contar ‘por culpa’ do FM?

Afonso Gonçalves: No FM 2019, num save que estava a fazer com um amigo, eu estava a treinar o Reading e ele o Charlton (isto já na 2ª época). Entretanto, acabei despedido do Reading por estar a candidatar-me a outros clubes e acabei por ir parar ao West Brom e o meu amigo foi contratado para o Reading que estava a disputar a subida com o West Brom. Quando o meu amigo lá chegou, um dos melhores jogadores (Jack Clarke) estava contra ele porque dizia que queria voltar a ser treinado por mim e que ele nunca seria como eu ! (risos)

FMPortugal.net: Por fim, e deixando um pouco de lado a ‘realidade virtual’, tens 18 anos e além de já teres passado pela Academia Sporting como treinador de escalões base, foste também treinador-adjunto nos Sub-18 do Boavista e treinador dos Sub-19 do Srª da Hora! Que tal foram essas experiências e o que ambicionas – com os pés assentes na terra – daqui para a frente?

Afonso Gonçalves: As experiências que tive foram fantásticas e fizeram-me evoluir bastante como jovem que ainda sou, estando agora mais do que nunca focado no futuro. Costumo dizer que foi nunca ter “os pés assentes na terra” que me trouxe a cada um desses desafios e trabalho diariamente para conseguir chegar um dia chegar à Primeira Liga e, claro está, poder ter uma PA de 200! (risos)

 

Questões Rápidas:

Primeira edição que jogaste?

2012

Edição favorita?

FM 2019

Liga(s) favorita para jogar?

Escocesa e Alemã

Equipa(s) favorita para jogar?

Celtic, Nantes e Fátima

Jogador(es) favorito que já tiveste em qualquer edição?

Ezequiel Rescaldani no FM 2013 e Todor Nedelev no FM 2014

Maior feito(s)?

18/19: Campeão League 2 (Colchester); 19/20: Campeão League 1 (Barnsley); 20/21: Vencedor Play-off Championship (Preston) – Tudo isto numa carreira no FM 2019!

 

Com uma carreira pela frente, ao Afonso só poderemos desejar que tudo lhe corra bem e que continue a nunca ter “os pés assentes na terra”, já que é esta mentalidade que também o está a ajudar a ter experiências tão interessantes ainda tão jovem. Esperemos te ver daqui a uns anos a nível Profissional, e se possível tão bem sucedido como aconteceu com Julian Nagelsmann.

Fiquem com um dos jogos mais bem conseguidos que o Afonso conquistou ao serviço do seu clube do coração, o Celtic:

Espreita mais entrevistas da rubrica “Treinadores de Sofá”:

O que tens a dizer sobre isto?