FMPortugal.net

Tudo sobre o Football Manager em Português!

Wonderkids que não se afirmaram (Parte 2)

No mundo virtual do Football Manager foram craques, mas dentro do campo nunca estiveram perto do estrelato. O FM previu correctamente o sucesso futuro de várias estrelas ao longo dos anos – mas nem todos os jogadores atingiram o potencial esperado. Nesta rubrica vamos falar de jovens jogadores que foram Wonderkids, desde o FM05 e não corresponderam às expectativas.

Vamos continuar com mais 4 jogadores que passaram por Portugal, com a promessa de que no terceiro artigo desta rubrica, iremos abranger todos os jogadores em geral que fizeram parte da história do Football Manager.

Celsinho

FM 07

Clube: Lokomotiv Moscovo

Idade: 18 anos

CA: 122

PA: -9

Wonderkids que não se afirmaram - Imagem Celsinho no FM 07
Wonderkids que não se afirmaram – Imagem Celsinho no FM 07

Celso Júnior, mais conhecido por Celsinho, foi no FM 07 um jogador de quase compra obrigatória. Começou na Portuguesa do Brasil, mas muito jovem foi para o Lokomotiv da Rússia. Com 18 anos tinha um grande potencial, e o Sporting CP viu nele uma grande esperança e avançou para a sua contratação no verão de 2007. No seu primeiro ano em Portugal faz 12 jogos, não encanta e seguem-se sucessivos empréstimos em Portugal, Brasil e Roménia. Sai do Sporting CP em definitivo em 2012 e regressa ao Brasil onde está até hoje, sempre em clubes de média dimensão.

Rodrigo Tiuí

FM 06

Clube: Fluminense

Idade: 20 anos

CA: 123

PA: 174

Wonderkids que não se afirmaram - Imagem Rodrigo Tiui
Wonderkids que não se afirmaram – Imagem Rodrigo Tiui

Rodrigo Tiuí já passou por Portugal, onde chegou em Janeiro de 2008 para representar o Sporting CP. No total, pela equipa portuguesa, fez 24 jogos e marcou 3 golos. Saiu em Agosto de 2009 rotulado de flop. Regressa ao Brasil para jogar no Atl. Paranaense. Antes de chegar ao Sporting CP, representou o Fluminense (onde fez a formação) e o Santos. Tiuí nunca confirmou o que lhe foi atribuído no FM 06, depois do Atl. Paranaense foi para a Rússia, regressou ao Brasil, depois Japão e novamente Brasil, sempre em clubes com pouca dimensão. No total da carreira fez perto de 300 jogos e 51 golos, números muito pequenos para um avançado que tanto prometeu.

Freddy Adu

FM 06

Clube: DC United

Idade: 16 anos

CA: 115

PA: -10

Wonderkids que não se afirmaram - Freddy Adu no FM 06
Wonderkids que não se afirmaram – Freddy Adu no FM 06

Um dos maiores prodígios que o FM já teve, Freddy Adu, a compra que 99% dos jogadores fazia no jogo. O hype era tão grande que a acabou por ser  das maiores decepções da saga. Formado no DC United, chega a Portugal para representar o Benfica em 2007. No primeiro ano, entre todas as competições, faz 21 jogos e marca 5 golos. A partir daqui é a história já conhecida, um declínio na carreira do qual ninguém esperava. Seguiram-se vários empréstimos, Mónaco, Belenenses, Aris e por fim Rizespor. Desvincula-se do Benfica e regressa ao EUA em 2011. Passa ainda pelo Brasil, Sérvia, Finlândia, e volta novamente para o EUA. Actualmente, com 29 anos, representa o LA Lights.

Keirrison

FM 09

Clube: Coritiba

Idade: 20 anos

CA: 143

PA: 167

Wonderkids que não se afirmaram - Keirrison no FM 09
Wonderkids que não se afirmaram – Keirrison no FM 09

Com uma carreira muito prometedora, que começou no Coritiba, onde fez 60 jogos e 45 golos, Keirrison ficou longe da glória prometida nos seus primeiros anos de sénior. Depois do Coritiba, assina pelo Palmeiras, onde em meia época, faz 35 jogos e 24 golos. Com números de excelência, chega uma proposta de um colosso Europeu, o Barcelona. Transfere-se no Verão de 2009 por 15M, mas não fica no plantel da equipa Blaugrana e é emprestado.

Chega ao Benfica nesse Verão mas fica apenas meia época. Depois vai para a Fiorentina (também meia época), Santos e Cruzeiro, sempre por empréstimo. Desvincula-se do Barcelona em 2012 e regressa onde foi feliz, ao Coritiba. Entretanto voltou a ter uma passagem por Portugal, onde representou o Arouca (fez apenas 2 jogos). Voltou ao Brasil e representa agora o Londrina, por empréstimo do Coritiba. Com 21 anos, e até à transferência para o Barcelona, Keirrison tinha 69 golos na carreira. Agora com 29 anos, e depois dessa transferência, fez 28 golos, um declínio enorme nos seus números.

Link do primeiro artigo “Wonderkids que não se afirmaram”:

Wonderkids que não se afirmaram

One thought on “Wonderkids que não se afirmaram (Parte 2)

O que tens a dizer sobre isto?