FMPortugal.net

Tudo sobre o Football Manager em Português!

Os craques também jogam #4 João Coimbra

João Coimbra é atualmente parte integrante da «armada Portuguesa» a espalhar a qualidade e a raça lusitana fora-de-portas.

Campeão Europeu Sub-17 e Internacional Sub-21 por Portugal, foi formado no Sport Lisboa e Benfica onde cumpriu o sonho de criança ao ter estreado como sénior no clube do coração. Após o sonho se ter tornado realidade, prosseguiu carreira em Portugal ao serviço de Nacional da Madeira, Gil Vicente, Estoril e Académico de Viseu. Na época 2014/2015 começaram as aventuras fora-de-portas: começou na RoméniaFC Rapid București -, seguiu-se a ÍndiaKerala Blasters FC – voltou a Portugal jogando no Leiria e no Trofense até que esta época 2018/2019 abraçou um novo projeto no LuxemburgoUS Mondorf-les-Bains – onde é a figura da equipa.

Ao longos destes anos, assumiu que Championship Manager/Football Manager era uma das suas companhias nos tempos livres. Agora que esse tempo está ocupado com a família que construiu, chegou a altura de abrir o coração e relembrar as histórias que viveu do outro lado: como treinador.

João Coimbra a viver um sonho e a festejar com Miccoli
João Coimbra a viver um sonho e a festejar com Miccoli

POP: Como foi a tua primeira experiência no CM/FM? Qual o jogador que não dispensavas a compra a cada save que iniciavas?

João Coimbra: Sinceramente não me recordo bem da primeira experiência. Lembro-me que comecei a jogar um jogo parecido com o CM, mas que se chamava só Manager (acho eu!) em que podíamos escolher 4 treinadores que apresentavam e que só tinha a Liga Inglesa. Em relação ao CM foi vício instantâneo! Horas e horas da minha adolescência foram a jogar CM/FM! Sendo benfiquista, o Benfica era sempre a minha escolha para treinar e recordo-me que foram vários os campeonatos e Ligas dos Campeões ganhos!! Bons tempos..! (risos) Quanto a Jogadores…Sei que na minha equipa tentava sempre as contratações de Oscar Ustari, Van den Borre e Kompany (quando não conseguia dava tudo pelo Taribo West que estava livre!) para a defesa; Bakircioglu, Daniel Carvalho, Kim Kallstrom ou Julius Aghahowa do meio para a frente!

POP: Como foi a tua reação quando te viste pela primeira vez no CM/FM? Tinhas por hábito usar o editor para ajustar o que não achavas estar adequado? Ou deixavas o teu ‘boneco’ evoluir dentro do jogo e assim ver até onde ele ia?

João Coimbra: Recordo-me que foi nos juvenis e foi como que um “mini-sonho” realizado… O meu nome aparecer no jogo que sempre joguei desde pequeno! Sinceramente como estava a “treinar” o Benfica tentava “dar-me moral” (risos) …mas nunca fui muito de usar o editor ou mesmo de querer que o meu “boneco” fosse melhor ou levá-lo a outro patamar. Eu queria era ser campeão pelo Benfica! (risos)

Mas tenho de confidenciar… não usava o editor mas muitas vezes em jogos importantes fazia o “save” e se perdesse ficava com uma azia tremenda e desligava logo o computador para que no outro dia ou umas horas mais tarde fosse novamente tentar ganhar esse jogo! (risos)

POP: Quando iniciavas um save, a tua intenção inicial era crescer no seio do clube até te  tornares um Sir Alex Ferguson ou acabavas convencido pelos milhões das Arábias?

João Coimbra: Uma vez que sempre fui benfiquista, o meu objetivo era mesmo ganhar tudo pelo Benfica. Os Árabes bem tentavam, mas eu sempre resistia! (risos)

POP: Tens por hábito seguir o percurso do teu ‘boneco’? Ou procuras sempre desviá-lo para as equipas onde estás a treinar? (risos)

João Coimbra: Quando jogo tenho sempre curiosidade de ir vendo por que clubes e ligas ele vai passando. Quanto a “contratar-me”, depende sempre da equipa que eu esteja a treinar, até porque tenho noção da realidade (risos).

POP: Relativamente à forma como estás retratado no FM, alterarias algo? O agora Responsável do Luxemburgo foi um ex-Researcher da nossa equipa, podemos-lhe dar uma palavrinha! (risos)

João Coimbra Sempre gostei mais que outros falassem de mim! (risos) Mas olhando bem acho que estou um jogador com características constantes. Talvez alguns números poderiam estar ligeiramente mais altos, outros talvez mais baixos…mas vou-me ficar apenas por alterar o “razoavelmente leal” para “completamente leal”! (risos)

Perfil de João Coimbra no FM (Clicar na foto para aumentar)
Perfil de João Coimbra no FM (Clicar na foto para aumentar)

POP: Confessa-te: costumas reiniciar quando ‘aquela’ final ou ‘aquele’ jogo vital te corre mal, ou enfrentas a direção e adeptos perante o desaire e tentas reconquistá-los com novos resultados?

João Coimbra:  Como sou ‘completamente leal’, acabei por me confessar todo antes! Não resistia a fazer restart, perante a azia com que ficava quando perdia os jogos mais importantes. (risos)

POP: Já alguma vez usaste o CM/FM para te informares sobre as características de algum colega teu que estivesse a ser falado para ingressar na tua equipa? E já surgiu em conversa algum colega a querer saber como estava no CM/FM? Podes desvendar alguns nomes?

João Coimbra: Já surgiram diversas vezes brincadeiras ‘de balneário’ sobre quem estava com melhor características, mas nunca nada de relevante ou além disso.

POP: Por fim, e deixando um pouco de lado a ‘realidade virtual’, olhando para o teu belo histórico podemos ver que já passaste por excelentes clubes em Portugal (1ª, 2ª e CP) , sendo que  ultimamente tens tido aventuras ‘fora de portas’ tal como na Roménia (FC Rapid București), na Índia (Kerala Blasters FC) e muito recentemente no Luxemburgo (US Mondorf-les-Bains). Quais foram as principais disparidades que sentiste comparativamente para Portugal?

João Coimbra: Simplificando…Índia: a cultura e a pobreza chocaram-me e ao mesmo tempo fizeram-me apaixonar pelo país! Povo humilde e que adora o futebol. Estádios sempre com mais de 60 mil nos jogos em casa! Roménia: estive em Bucareste que considero uma cidade muito bonita e com semelhanças com Lisboa. Destaco a mentalidade dos romenos que é um pouco diferente da nossa mas adeptos muito apaixonado e fervorosos. Luxemburgo: estou apenas no começo, mas destaco já o facto da maioria dos jogadores trabalharem para além de jogarem e a maior parte acredito que receba muito mais no seu trabalho do que no futebol, e que por isso os faz viver o futebol de uma maneira um pouco diferente. No entanto, para já estou a gostar e vê-se que há qualidade a nível individual e futebol praticado.

Questões rápidas

Primeira edição que jogaste?

Já não me lembro…mas era muito novinho com toda a certeza! (risos)

Edição favorita?

CM 01/02

Liga favorita para jogar?

Portuguesa

 Equipa favorita para jogar?

Benfica (como não poderia deixar de ser!), Estoril e Real Madrid

Maior compra…que tenha resultado em Flop?

Com Tsigalko, Tó Madeira, Okoronkwo… não era preciso fazer grandes compras e nunca nenhum destes se revelava flop! (risos)

Maior venda?

Simão Sabrosa por 20 M € para o Real Madrid

Melhor clube que viste o teu boneco se transferir (sem qualquer influência tua)?

Sem qualquer influencia minha?! …o regresso ao Benfica depois de emprestado ao Nacional da Madeira! (risos) Não há muitos clubes melhores que o Benfica (o meu benfiquismo a vir ao de cima (risos)).

A carreira de João Coimbra fala por si: bons números, elemento importante em vários dos clubes por onde passou e sempre em busca de novos desafios! Ainda mais virá de João Coimbra, e nós cá ficaremos a torcer por ele. Desejos de uma excelente época 2018/2019!

      Alguns dos melhores momentos de João Coimbra